RUI CRITICA ANVISA POR NÃO LIBERAÇÃO DE USO EMERGENCIAL DA SPUTNIK V

Bahia tem acordo preliminar com fabricante russa || Foto Divulgação

O governador Rui Costa voltou novamente as baterias contra a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na avaliação do uso emergencial da vacina Sputnik V, hoje (26), durante entrevista à Globo News. A questão da “soberania” foi usada como justificativa na documentação entregue pela Anvisa ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o pedido de liberação da Sputnik V. Para o órgão, ”submeter a análise técnica” da instituição a “uma decisão tomada por autoridade estrangeira” é abdicar da soberania nacional.
Rui, no entanto avalia que o órgão está mais preocupado em não perder a “exclusividade” do que em preservar a saúde dos brasileiros. “Minha percepção às vezes é que estamos reféns de corporações. Talvez seja o único caso em que um estado subnacional não conseguiu medir a temperatura no aeroporto porque a agência que deveria cuidar da saúde pública estava mais preocupada com a sua autonomia, ou com as suas burocracias”, observou.
Rui ainda observou que vários países já estão usando a Sputnik. “A Anvisa está preocupada em não perder seu posto de exclusividade. Não me parece racional ou bom senso, muito menos um raciocínio que não coloca vidas humanas em primeiro lugar”, disse.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário