Recuperados da Covid-19 devem se vacinar a partir de 30 dias após ápice da infecção

Diferente do que muitos possam imaginar, quem já esteve contaminado pelo novo coronavírus também deve tomar a vacina contra a Covid-19. É o que garante a infectologista Miralba Freire, presidente da Sociedade Baiana de Infectologia. Segundo ela, os anticorpos produzidos pela contaminação podem não ser suficientes para impedir uma reinfecção.
“Quem já teve Covid deve receber a vacina também, embora o tempo não esteja completamente definido. Tem sido sugerido fazer a vacina após pelo menos 30 dias do episódio agudo”, afirmou a infectologista, em entrevista ao Bahia Notícias.
A Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) oficializou, no último dia 8 de janeiro, o primeiro caso de reinfecção pelo novo coronavírus na Bahia. Uma mulher de 45 anos, moradora de Salvador, esteve com Covid-19 em maio de 2020 e voltou a contrair o vírus cinco meses depois, em outubro, através de uma mutação identificada originalmente na África do Sul.
“À luz do conhecimento atual, a pessoa passará a ter risco de reinfecção a partir de 90 dias do primeiro episódio de Covid. Depois de 90 dias ele também está em risco, como todo mundo”, finalizou Miralba, para quem o mais aceito é promover a vacinação dos já recuperados da doença entre 30 e 90 dias após o ápice da infecção.
Conforme a última atualização da Sesab há duas semanas, na Bahia, além da reinfecção já confirmada, há ainda 118 casos suspeitos de reinfecção da Covid-19 sob investigação da Vigilância Epidemiológica do estado.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário