Prefeito de Vitória da Conquista é transferido para UTI em São Paulo; quadro é considerado estável

O prefeito da cidade baiana de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, permanece internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo e foi transferido para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em tratamento das complicações causadas pela Covid-19.
Herzem Gusmão estava em unidade semi-intensiva e, segundo o boletim divulgado na sexta-feira (1º), a transferência para a UTI ocorreu para otimização da assistência ventilatória. Apesar da transferência, o boletim aponta que ele apresenta o quadro clínico estável.
O prefeito reeleito da cidade do sudoeste baiano ainda não tem previsão de alta. Na sexta-feira, quando foi realizada a posse dos eleitos para os próximos 4 anos, quem assumiu a gestão municipal foi a vice-prefeita eleita Sheila Lemos (DEM). Ela fica no cargo temporariamente, por 10 dias, período que pode ser prorrogado.
Herzem, de 72 anos, foi internado, inicialmente, em Vitória da Conquista, pouco mais de uma semana após ser diagnosticado com a doença. Ele chegou a usar um cateter com oxigênio, mas foi transferido para São Paulo, no dia 26 de dezembro, respirando sem ajuda de equipamentos.
A mulher do prefeito, Luci Gusmão, também teve diagnóstico positivo para Covid-19. Ela já se recuperou da doença.
Herzem foi reeleito prefeito de Vitória da Conquista, em segundo turno, no dia 29 de novembro. O prefeito teve 54% dos votos válidos, derrotando Zé Raimundo (PT), que teve 46% dos votos.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário