Mulher acusada de mandar matar o pai para herdar fazenda na BA é presa em Jequié

Uma mulher condenada a 16 anos de prisão em regime fechado por matar o pai há 23 anos para herdar uma fazenda, foi presa na manhã desta quinta-feira (28) em Jequié, sudoeste da Bahia, município onde o crime aconteceu. A informação é da Polícia Civil da região.
De acordo com a polícia, a mulher só foi presa após condenação ocorrida no final de 2020, quando ela passou por júri popular. Segundo a delegacia responsável pelo caso, a condenada, com as iniciais N.P.S, contratou um homem por R$500 para matar o pai, Agenor Pales Novaes, na noite do dia 30 de junho de 1998. Segundo a policia, ele foi morto asfixiado.
As investigações revelaram que a mulher queria, além de ficar com uma fazenda, receber os lucros da propriedade que pertencia a Agenor. O suspeito de executar o crime, segue foragido. A mulher foi presa por policiais da 9ª Coorpin da delegacia de Jequié, na Operação VON RT, deflagrada pela unidade.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário