Mais um é fuzilado em Camacan; o 6° Homicídio de 2021

Os moradores do município de Camacan, no sul da Bahia, com pouco mais de 32 mil habitantes estão assustados com a violência. Em 15 dias, o 3° maior município do sul do estado já registra 6 homicídios. A vítima da vez foi Wanderson Alves (Boquite), de idade não revelada, que estava desaparecido há três dias. Hoje as buscas chegaram ao fim. Um morador encontrou o corpo do rapaz na BR-101, no distrito de São João do Panelinha próximo a um ferro velho. Segundo as informações, haviam marcas de tiros e facadas, um crime bárbaro. O DPT de Itabuna fez a remoção do corpo. Em todo ano de 2020, Camacan registrou 12 assassinatos. É inadmissível que em um início de ano, uma pequena cidade registre mais homicídios que Itabuna, Ilhéus, Teixeira de Freitas e Porto Seguro, cidades que estão entre as mais violentas do estado da Bahia. Tudo indica que esses crimes tenha relações com as facções criminosas Raio A e DMP da cidade de Itabuna.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário