Itabuna: Secretaria de Saúde vacina médicos, odontólogos e nutricionistas da Atenção Básica

Dando continuidade ao Plano Municipal de Vacinação gradual dos profissionais da área da saúde de Itabuna, que estão na linha de frente contra a Covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde imunizou cerca de 50 odontólogos, nutricionistas e médicos do Departamento da Atenção Básica. A aplicação das doses aconteceu na manhã desta quarta-feira (27).
Os profissionais foram convocados pela Secretaria de Saúde para um encontro onde foram apresentadas metas a serem alcançadas com as novas regras do Programa Previne Brasil. A maioria deles trabalha diretamente na linha de frente de combate à Covid-19 nas unidades básicas e de saúde da Família.
“Agora, a sensação é de alívio, porque a minha profissão apresenta um risco muito alto por conta dos aerossóis. Mas, continuei trabalhando durante toda a pandemia adotando medidas de segurança”, disse a odontóloga Adriana Coelho. Seguindo o cronograma, no turno da tarde desta quarta-feira, serão vacinados os profissionais do Samu-192 e da UPA 24 horas que não ainda receberam a primeira dose da vacina.
Neste primeiro encontro que contou com a presença da secretária de Saúde, Lívia Mendes Aguiar, da subsecretária Lânia Peixoto e da Supervisora da Atenção Básica, Alessandra Lopes, e demais profissionais, foram apresentadas as regras do Programa Previne Brasil que estabelece um novo modelo de financiamento de custeio da Atenção Primária.A partir deste ano, os repasses do Governo Federal aos municípios serão executados tendo como base uma avaliação criteriosa da cobertura e qualidade dos serviços. A secretária Lívia Mendes falou da responsabilidade do município de melhorar as condições de trabalho, mas também do compromisso dos profissionais com a qualidade.
“O Previne Brasil vai muito além de indicadores. É uma cadeia. Nossa assistência e a qualidade dela refletirão diretamente em números e, consequentemente, em retorno financeiro para o município”, frisou a secretária.
Por sua vez, a subsecretária Lânia Peixoto reforçou a necessidade da qualidade da assistência, dando exemplo do resultado de um estudo em que se 85% das demandas da Atenção Básica forem solucionadas, os maiores problemas da Média e Alta Complexidade serão resolvidos”, disse.

PRIMEIRO ENCONTRO

Na semana passada, o Previne Brasil foi apresentado aos profissionais de Enfermagem das redes de Atenção Básica, Média e Alta Complexidade da Secretaria Municipal de Saúde. Na oportunidade, as autoridades sanitárias fizeram o mesmo apelo: os serviços e atendimentos das UBS e USF necessitam de qualidade. 
Cerca de 60 enfermeiros que trabalham diretamente na linha de frente de combate à COVID-19 nas unidades receberam a primeira dose da vacina durante evento similar promovido pela Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário