Homem é assassinado enquanto trabalhava com o pai no bairro Nova ferradas em Itabuna

Um homem não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo na tarde desta quinta-feira (21) em Itabuna após ser atingido por três disparos de arma de fogo. O crime teve início ainda na manhã de hoje por volta das 10h no bairro Nova Ferradas, onde a vítima, identificada como Antônio Andrade Santos, mais conhecida como Toinho, de 30 anos, havia acabado de chegar em um caminhão para descarregar materiais da loja de construção que o pai dele possui na cidade de Itapé. Foi nesse momento em que os autores dos disparos chegaram em uma moto ordenando que Toinho descesse do veículo e se deitasse no chão para que eles pudessem executá-lo. Dois tiros na cabeça e um na mão foram o suficiente para ceifar a vida dele. 
Toinho e o pai estavam trabalhando juntos no momento dos disparos. O genitor foi obrigado a assistir o o próprio filho sendo baleado sem poder fazer nada para impedir. Desesperado, o pai de Toinho implorou para que alguém ajudasse e só então ele foi socorrido em estado grave para o Hospital de Base em um carro de carroceria. E, ainda que com a massa cefálica exposta, ele seguia respirando. Somente algumas horas depois, dentro do Hospital, foi que ele veio a óbito, por volta das 14h. 

Passado turbulento

Apesar de não se saber a motivação exata do crime, Toinho, que era morador do bairro Zizo, já possuía passagem pela polícia. No dia 20 de dezembro de 2017 ele foi preso acusado por tráfico de drogas, flagrado portando 5kg de cocaína prensada, lembre o caso aqui. Já no dia 16 de março de 2018 ele foi preso por participar de uma quadrilha que vinha furtando combustível na Transpetro, em Itabuna, lembre o caso aqui
De acordo com a Polícia, Toinho estava presente em um duplo homicídio que ocorreu no dia 10 de janeiro de 2020 em uma fazenda localizada na região que liga o bairro Santa Clara ao “Ribeirão dos Cachorros, em Itabuna. Na ocasião, duas pessoas foram assassinadas: o policial militar Gilvan e um criminoso identificado como Paulo Filho. Toinho e outro homem identificado como Augusto Pombo estavam no carro com as outras duas vítimas no momento do ocorrido e teriam conseguido fugir do atentado, relembre o caso aqui
O irmão de Toinho também foi assassinado. Anderson Andrade Santos, de 27 anos, foi morto na zona rural da Roça do Povo, em Itabuna, no dia 30 de agosto de 2015. Mas até os dias atuais, quase 6 anos depois, ninguém foi preso pelo crime.

Pessoas próximas lamentam o ocorrido

De acordo com informações de amigos mais próximos, Toinho vinha tentando se afastar da criminalidade há alguns anos, trabalhando e buscando levar uma vida de maneira honesta. Muitos relatos afirmam que a vítima era uma pessoa amigável e que se socializava bem entre as pessoas. Ele deixa esposa e um filho de aproximadamente 8 anos de idade. Até o presente momento não há informações sobre a autoria do crime. A Polícia investigará o caso.

Matéria ainda em atualização… A qualquer momento pode ter alteração
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário