Entregador de comida assassinado pelo CV no Engenho da Federação porque estava escrito “Calabar” na moto


Um jovem de 29 anos foi morto de forma covarde na noite de domingo (10/01), no bairro do Engenho Velho da Federação, em Salvador. O crime aconteceu por volta das 21h30, na Rua Apolinário Santana, localidade do ‘Forno’, em frente a uma bomboniere.
De acordo com a fonte do Informe Baiano, Leonardo Oliveira Santos, conhecido como Léo”, foi atingido por tiros e chegou a ser socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE) por uma guarnição da Polícia Militar, mas não resistiu.
O trabalhador iria entregar um pedido de comida feito por meio de aplicativo e no fundo da moto dele estava escrito “Yakissoba Calabar”. Léo, então, foi abordado por traficantes que questionaram o que um morador do Calabar estava fazendo naquele local. O jovem explicou que não fazia parte de facção e estava apenas trabalhando, mas mesmo assim foi alvo de tiros pelos integrantes do Comando Vermelho, responsável pelo comércio de entorpecentes na localidade.
O jovem, que era bastante querido em toda região da Federação, deixa uma filha pequena e esposa. Moradores e familiares lamentaram através das redes sociais o crime bárbaro e exigem justiça. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário