DEM racha e bloco de Maia perde votos para Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, (RJ), demonstrou insatisfação com ACM Neto, pois o prefeito de Salvador não teria usado sua influência para impedir as manifestações de apoio de uma parte de membros do partido ao deputado Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado por Jair Bolsonaro à presidência da Casa

Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Arthur Lira (PP-AL)

O racha no DEM, partido do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, (RJ), expôs uma crise interna, após o parlamentar demonstrar insatisfação com ACM Neto, porque o prefeito de Salvador não teria usado sua influência para impedir as manifestações públicas de apoio ao deputado Arthur Lira (PP-AL) por parte de integrantes do DEM baiano. Agora o candidato do Progressistas, apoiado por Jair Bolsonaro, deve ampliar a sua base de apoio.
Maia apoiou o candidato Baleia Rossi (MDB-SP) e demonstrou sua insatisfação durante uma reunião fechada na terça-feira (26), no Palácio da Cidade, sede da Prefeitura do Rio de Janeiro. O encontro teve a presença do prefeito Eduardo Paes (DEM) e de deputados federais de vários partidos, da esquerda e da direita, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo. 
"O que eu disse é que já tinha gente preocupada que o partido tivesse passando uma imagem de que estava negociando cargo e emenda por voto", disse Maia. "Um amigo meu, que é admirador do DEM, falou isso. E eu alertei isso ao presidente do partido. E o Neto me garantiu que o partido vai ficar com o Baleia. E que vamos garantir o [apoio ao] bloco [de Baleia Rossi] e, depois do bloco, vamos garantir os votos do partido, mais de dois terços dos votos", complementou.
Na última segunda-feira (25), Lira foi a Salvador e se reuniu com ACM Neto e com um grupo de deputados do estado, entre eles cinco do DEM.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário