COVID-19: ITABUNA AINDA NÃO PRETENDE RETOMAR MEDIDAS RESTRITIVAS, AFIRMA SECRETÁRIA

A médica Lívia Mendes, secretária de Saúde de Itabuna

A médica Lívia Mendes, secretária de Saúde de Itabuna, disse hoje (23) ao PIMENTA que a adoção de medidas restritivas contra o novo coronavírus, até o momento, não está no horizonte do governo municipal.
“[Medidas] de restrição, ainda não. A gente acompanha os números e vê que tem esse aumento, que a gente está tendo um reflexo agora das festas de fim de ano, em que as pessoas tendem a aglomerar mais e fugiram das regras importantes. Mas, agora, a gente não vê medidas de restrição, não”, explicou.
Na última quarta-feira (20), o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, se reuniu com secretários de municípios das regiões Sul e Sudoeste do estado. Queria saber o que os governos municipais estavam fazendo para conter o vírus. Lívia Mendes representou Itabuna na reunião online. Na conversa com o PIMENTA, a secretária informou que o município vai priorizar o trabalho de conscientização das pessoas, para que evitem aglomerações e se protejam usando máscara. Deu o exemplo da Patrulha do Som, que fiscaliza o cumprimento das regras sanitárias em ambientes como bares e restaurantes. A gestora planeja a volta do serviço com a Guarda Municipal e os fiscais de indústria e comércio.
A troca de comando na Prefeitura prejudicou as medidas de combate à pandemia, admite Lívia Mendes. “Com essa transição, realmente, as ações de vigilância epidemiológica, as testagens, diminuíram. Um governo estava saindo, e outro, assumindo e colocando as pessoas que iriam coordenar essas ações. A gente já está voltando com as testagens. Um exemplo foi lá no abrigo [Albergue Bezerra de Menezes] e também as ações nos bairros com aumento de casos”.
Com a volta dos ônibus às ruas em até 12 dias, conforme anúncio do prefeito Augusto Castro (PSD), a Secretaria Municipal de Saúde vai estabelecer os protocolos de segurança do transporte coletivo, como o uso obrigatório de máscaras e o fornecimento de álcool em gel aos usuários e trabalhadores do sistema.

MORTES E OCUPAÇÃO DE UTIs

Entre 31 de dezembro e 22 de janeiro, Itabuna registrou 17 mortes por Covid-19. No total, são 378. Perguntamos à secretária se chegou a faltar leitos de tratamento intensivo para os pacientes do município. “No pico mesmo que a gente viu da pandemia, com certeza, faltou, porque Itabuna é referência da macrorregião. Os leitos de Itabuna também eram referência para o Sul e o Extremo-Sul do estado. Então, realmente, pela gravidade, se algum município ficou descoberto, isso provavelmente aconteceu por conta da insuficiência de leitos na época do pico”, respondeu.
Em Itabuna, o SUS disponibiliza 28 leitos de UTI Covid; 27 deles estão ocupados, segundo o boletim epidemiológico divulgado ontem (22) pela prefeitura. De acordo com a secretária, o município não registrou taxa de ocupação de 100% em 2021, mas nada garante que isso não voltará a acontecer, porque a dinâmica da pandemia “é um reflexo do comportamento da população”.

VACINAÇÃO

Itabuna recebeu 2.017 doses da CoronaVac e Ilhéus, com menos habitantes, 6.017. O que explica essa diferença? “Essa distribuição, essa proporcionalidade, segundo o Estado, foi feita em relação à população público-alvo dessa primeira fase. Qual era o público dessa primeira fase? Profissionais de saúde, os idosos das casas de longa permanência, ribeirinhos e indígenas em aldeias. Uma das questões é que Ilhéus tem as aldeias indígenas”, explicou a secretária Lívia Mendes. Em balanço divulgado neste sábado (23), a Prefeitura de Ilhéus informou que 1.007 tupinambás foram vacinados até o momento.
O Ministério da Saúde pretende iniciar neste sábado (23) o envio de dois milhões de doses da vacina Oxford/Astrazeneca aos estados. A exemplo do que aconteceu com o lote da CoronaVac, explica Mendes, o governo municipal só vai saber o número de vacinas destinadas a Itabuna poucas horas antes ou no momento da entrega feita pela Secretaria de Saúde do Estado.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário