Bahia tem melhor desempenho em vendas de veículos usados e seminovos

Em um ano completamente atípico, o segmento de veículos usados e seminovos continua aquecido. Na Bahia, no consolidado até novembro, o volume de vendas já havia ultrapassado o mesmo período de 2019, com alta de 4,2%: 403.102 ante 386.714 unidades – de todo o mercado. Os destaques são as motos (aumento de 18,1% nas vendas), comerciais pesados (6,2%) e comerciais leves (1,3%).
Para se ter ideia de o quanto as vendas são regionalizadas, apenas a Bahia cresceu no acumulado do ano no Nordeste. Todos os demais estados tiveram redução de vendas em 2020 em relação a 2019. A pior situação é o Piauí, com queda de -38,4% nas vendas, seguido por Rio Grande do Norte (-32,5%) e Alagoas (-24,6%). Entre os segmentos de usados, modelos com mais de 13 anos (velhinhos) tiveram o melhor desempenho na Bahia: alta de 28,2%. Os chamados usados maduros (9 a 12 anos) também venderam bem neste ano, com aumento de 23,1%. Os seminovos até 3 anos ficaram estáveis (0,1%) e apenas os usados jovens (4 a 8 anos) caíram -9,8%.
“O mercado está aquecido e com dificuldade para repor estoque”, afirma Ari Pinheiro Junior, presidente da Assoveba. Essa escassez reflete nos preços, que segundo Pinheiro estão altos, por causa da falta de mercadoria. A precificação, diz o presidente da Assoveba, é baseada em qualidade, quilometragem e valor de mercado. E a compra pode ser feita online, pelo site www.seminovogarantido.com.br, que reúne seminovos de lojas associadas à entidade.Os modelos mais vendidos, curiosamente, seguem o ranking de veículos novos: Chevrolet Onix, Ford Ka e Hyundai HB20. A expectativa é boa para este novo ano. “Acredito que vai continuar nessa mesma agitação, vendendo bem e o mercado se regularizando com as mercadorias”, conclui Pinheiro Junior. *Com informações do A Tarde
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário