Arcebispo de Belém é acusado de abuso sexual

Um grupo de 37 associações da sociedade civil divulgou nota pública defendendo o "imediato afastamento" do Arcebispo de Belém (PA), Dom Alberto Taveira Corrêa, de 70 anos. Ele é alvo de investigações da Polícia Civil e do Ministério Público por suposto abuso sexual contra seminaristas. O caso veio à tona quando o arcebispo fez um pronunciamento, no início de dezembro, para se defender do que chamou de "acusações de imoralidade". Detalhes das apurações foram reveladas em reportagem do jornal El País e também pelo Fantástico da TV Globo. O programa trouxe relatos de jovens que afirmam ter encontrado o arcebispo na casa dele e terem sido tocados intimamente por ele em um quarto entre 2010 e 2014. De acordo com os hoje ex-seminaristas, havia ainda conversas sobre uma suposta cura da homossexualidade. Inclusive o arcebispo teria dado aos jovens um livro com procedimentos para tratamento. Para que eles não contassem o ocorrido, teriam sido ameaçados. Completa
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário