Mulher é enterrada viva em cemitério, mas consegue cavar e escapar da morte

Uma mulher escapou da morte após ter sido espancada e enterrada viva por vizinhos bêbados. O caso aconteceu em um vilarejo na Ucrânia.
Segundo o Mirror, Nina Rudchenko, de 57 anos, estava em sua casa quando foi surpreendida pelos dois homens, que seriam irmãos. Ela foi espancada com um taco de beisebol e torturada por duas horas, até que desmaiasse.
À noite, Nina acordou após sentir água fria sendo derramada em seu rosto. Ao recuperar os sentidos, percebeu que estava em um cemitério, onde foi forçada a cavar uma cova. Ao terminar, foi ordenado que ela se deitasse ali.
F“Eu deitei no buraco de bruços e eles começaram a me enterrar. Cobri meu rosto com as mãos tentando reservar um pouco de ar. 
Eles riam e falavam sobre um plano para matar toda a minha família.” – Declarou.
”Depois que eles terminaram, se perguntaram se eu já tinha morrido e foram embora.” – Continuou. Ela conseguiu cavar seu caminho para fora da cova, que não era muito funda, e rastejou alguns quilômetros até chegar em casa, onde desmaiou.
Na manhã seguinte, Nina foi encontrada deitada no chão por sua irmã Ludmila Gura: 
“O rosto de Nina estava cheio de sangue e hematomas, todo preto e inchado. Eu mal conseguia reconhecê-la.”
A vítima foi levada às pressas ao hospital e os médicos ficaram chocados ao vê-la: “A mulher foi diagnosticada com concussão cerebral, mandíbula e nariz quebrados. Sua cabeça e corpo estavam cobertos por numerosos hematomas.” – Afirmou o cirurgião Oleksandr Klymchuk.

Com informações do site: Fala Alagoinhas News
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário