Juiz da Bahia intima Bolsonaro em ação sobre monitoramento de redes

 juiz Dirley da Cunha Júnior, da 16ª Vara Cível da Seção Judiciária da Bahia, intimou o presidente Jair Bolsonaro a apresentar, no prazo de 72 horas, documentos sobre o monitoramento de redes sociais de parlamentares e jornalistas.
A ordem é desdobramento de ação movida pelo deputado Jorge Solla, do PT baiano, que acionou a Justiça após a revista Época revelar o monitoramento, custeado com dinheiro público.

As informações são do site O Antagonista.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário