Casal é preso após matar bebê porque criança não parava de chorar

Um casal foi preso na segunda-feira (21) acusado de matar um bebê de cinco meses após espancar o próprio filho em Érico Cardoso, na Bacia do Paramirim, Sudoeste baiano. Segundo a delegacia local, os pais confessaram que passaram a agredir a criança porque ela não parava de chorar. E chegaram a dizer que já tinham feito isto antes, dando tapas, como forma de fazer parar o choro da vítima.
O caso foi descoberto após os pais da criança, Adailton Pina Silva e Jaqueline Oliveira, a levarem até o Hospital Municipal de Érico Cardoso. O bebê já chegou sem vida. Conforme o 97 News, ao perceber marcas de espancamento, o médico plantonista solicitou a vinda de policiais que conduziram o casal à delegacia. À polícia, eles confessaram o infanticídio. O corpo do bebê foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Brumado, onde passou por necropsia.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário