Adolescente que ateou fogo e tirou a vida de jovem por homofobia é morto a tiros

Segundo a polícia, dois homens a bordo de uma moto dispararam em torno de 15 tiros contra Kauan Xavier.

Um adolescente, de 14 anos, responsável pela morte de Guilherme de Souza, de 21 anos, vítima de homofobia, perdeu a vida a tiros na madrugada de segunda-feira (7) em Luís Eduardo Magalhães, no Extremo Oeste baiano.
Segundo a polícia, dois homens a bordo de uma moto dispararam em torno de 15 tiros contra Kauan Xavier. Ele chegou a ser socorrido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu.
Em julho deste ano, Kauan Xavier foi apreendido pelo crime e levado para uma unidade de internação em Salvador. Depois de passar 45 dias na capital baiana, o adolescente foi liberado pela Justiça para responder o crime em liberdade. Ele foi morto nesta segunda quando se dirigia para casa após sair do “Bar do Turista”, na rua Ibitiba, no bairro Santa Cruz. 
Ainda segundo a Polícia, quando foi apreendido pela morte de Guilherme de Souza, o adolescente disse que teve uma discussão com a vítima, que teria xingado a mãe dele. No entanto, as investigações revelaram que o motivo do crime foi homofobia.  Com informações do site ipiranoticias
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário