Nova fase da “Operação Alcateia” cumpre mandados para combater milícia

O Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Grupo Especial para o Controle Externo da Atividade Policial (Gacep), além de promotores criminais de Paulo Afonso e da Auditoria Militar, deflagrou, em conjunto com a força-tarefa da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Combate a Grupos de Extermínio e Extorsões, a segunda etapa da “Operação Alcateia”, na manhã de sexta-feira (27).
Nesta fase, o objetivo é o cumprimento de 11 mandados de prisão preventiva contra policiais militares, além de cinco mandados de busca e apreensão, em Paulo Afonso, Lauro de Freitas, Camaçari e Salvador, inclusive com nova coleta de provas nos endereços de oficial de alta patente, que já se encontra afastado das funções públicas por força de medida cautelar anteriormente deferida.
O trabalho conjunto visa desarticular organização criminosa que vinha praticando diversos crimes de homicídio, tráfico de drogas, além de outros delitos típicos de atividade de milícia, como tortura e extorsão. Neste momento, o MP não irá conceder entrevista em respeito à Lei de Abuso de Autoridade.
Compartilhar no Google Plus

Sobre Bahia Extra

Melhor Site de Notícias da Bahia. Direção Erasmo Barbosa.

0 comentários:

Postar um comentário